//

Notícias > Lista de Notícias



PSDB-MG entra com representação no TRE contra pré-candidato petista

07/04/2014

 

Ônibus circulam no Centro de Belo Horizonte com propaganda antecipada do pré-candidato Fernando Pimentel pedindo voto (Foto: PSDB-MG)


O PSDB de Minas Gerais protocolou, nesta segunda-feira (07/04), no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais, representação contra o ex-ministro Fernando Pimentel, pré-candidato do PT ao Governo de Minas por propaganda eleitoral antecipada. Fotos gigantescas de Pimentel pedindo voto circulam em Belo Horizonte em anúncios adesivos exibidos na traseira de ônibus (backbus).
 
“Pimentel quer o seu voto!” é o que diz o anúncio, em letras garrafais, contendo réplica da capa de uma revista de Lagoa Santa, chamada Impactto, que também está sendo contestada pelo PSDB-MG na Justiça Eleitoral.
 
“Na expressão utilizada há um pedido direto de voto do eleitor, tornando inquestionável a propaganda eleitoral e desrespeitando flagrantemente a legislação”, explica o presidente do PSDB-MG, deputado federal Marcus Pestana.
 
Além de multa, a representação pede a imediata retirada da propaganda em todos os ônibus e outdoors, uma vez que está sendo feita propaganda eleitoral antes de 6 de julho. Só a partir desta data, depois de terminado o prazo de pedido de registro de candidaturas à Justiça Eleitoral, é permitida a propaganda de candidatos às eleições de outubro.
 
“A campanha de divulgação tem o claro objetivo de promover eleitoralmente a candidatura do petista. É clara e ostensiva. Ao lado da foto ainda fazem referência aos padrinhos Lula e Dilma Rousseff”, ressalta Marcus Pestana.
 
Em outdoor, a propaganda foi espalhada nos mais movimentados corredores da cidade, como a Avenida Cristiano Machado e a Avenida Tancredo Neves (que corta os bairros Jardim Montanhês e Castelo). Os ônibus circulam por toda a cidade e podem ser vistos em regiões movimentadas como a Praça da Estação ou a avenida Nossa Senhora do Carmo.
 
Na ação, o PSDB-MG pede que a revista, que tem sede em Lagoa Santa e é distribuída gratuitamente, seja intimada a apresentar, em 48 horas, cópia de todos os documentos fiscais referentes às propagandas veiculadas para verificação de seu custo. O pedido tem por finalidade mensurar o valor da multa a ser aplicada pelo Tribunal.
 
Fonte: Agência de Notícias PSDB-MG

+ Veja mais