Marcus Pestana Notícias - //

Notícias > Lista de Notícias



Empresas promovem palestras sobre política; Para Pestana, iniciativas são positivas: não há futuro fora da democracia

01/08/2018

 

Marcus Pestana afirma que fortalecimento das instituições democráticas são essenciais para o futuro do país (Foto: Alexssandro Loyola/PSDB)


Em um momento de descrédito do cidadão com a política e em tempos de disseminação de notícias falsas nas redes sociais, companhias brasileiras dão aula de educação política para alimentar a cidadania de seus funcionários. A iniciativa de algumas empresas tem, entre seus objetivos, trocar discussões acaloradas de grupos de Whatsapp e mesa de bar – muitas vezes sustentadas pela falta de informação e conteúdo – por aulas e palestras de educação política.
 
Algumas delas vem promovendo debates que abordam pontos como a importância da democracia, o funcionamento do sistema eleitoral e os riscos gerados por embates polarizados ou alimentados pelas chamadas fake news.
 
Reportagem do Valor Econômico dessa semana trouxe como exemplo a Tirolez, empresa de laticínios com 1,6 mil empregados em São Paulo. Há cerca de dois meses, funcionários administrativos se reuniram no auditório para ouvir a apresentação de um cientista político. Ele falou de cidadania, democracia e tirou dúvidas. Tudo foi filmado e retransmitido a outras unidades e fábricas.
 
Secretário-geral do PSDB nacional e deputado federal, Marcus Pestana afirma que não há futuro político fora da democracia e da liberdade. E que isso depende do fortalecimento das instituições e da educação política da sociedade. Para Pestana, a desesperança que hoje toma conta da sociedade deve servir de aprendizado para o meio político. E iniciativas de empresários que contribuem para o fortalecimento do debate são bastante positivas.
 
“O autoritarismo não nos leva a lugar algum. E estimular a democracia, a cidadania é uma tarefa de todas as entidades, como as instituições religiosas, as empresariais. Com debates qualificados, todos saímos ganhando”, resume Pestana.
 
Fonte: PSDB.org

+ Veja mais