//

Notícias > Lista de Notícias



Dia Nacional do Samba é projeto de lei de Marcus Pestana

12/11/2013

 

O óleo "Samba" (1925), de Emiliano Di Cavalcanti (Imagem: Folha.com/Reuters)


Por Iliamar Franco - O Globo
 
O dia dois de dezembro é considerado o Dia Nacional do Samba. A data está relacionada à realização, no Rio de Janeiro, do I Congresso Nacional do Samba, entre os dias 28 de novembro e dois de dezembro de 1962. O encontro foi organizado por entidades ligadas às escolas de samba do país e de incentivo ao folclore nacional e teve como seu presidente o folclorista Edison Carneiro. E, entre os vice-presidente estavam, nada mais nada menos que Ari Barroso, Aracy de Almeida e Almirante.
 
Agora, o deputado Marcus Pestana (PSDB), também presidente do partido em Minas Gerais, e nascido numa região muito ligada ao samba carioca, Juiz de Fora, quer oficializar, em nível nacional, à existência do Dia Nacional do Samba. A festa, que atualmente é cultivada por sambistas e cultores desta manifestação cultural, passaria a ser uma data nacional, conforme projeto que foi apresentado à Câmara dos Deputados.
 
Este dia chegou a ser declarado feriado no Rio de Janeiro, em novembro de 1962, conforme a Exposição de Motivos do projeto do deputado mineiro. A lei, de autoria do então deputado estadual  Frota Aguiar, foi aprovada na Assembleia Legislativa do Rio. Mas a lei foi vetado pelo então governador Carlos Lacerda alegando que "não há razão para considera outro Dia do Samba além dos três dias já dedicados à festa popular, em que ele é exaltado espontaneamente pelo povo, sem a interferência do Poder Público". O veto foi rejeitado em julho de 1964.
 
Nesta mesma época projeto semelhante foi aprovado na Câmara de Vereadores de Salvador, por iniciativa do edil Luiz Monteiro da Costa. Em novembro de 1963, o Dia do Samba virou lei depois da sanção do então prefeito da cidade, Virgildásio de Senna. No dia 2 de dezembro de 1963 ocorreu a primeira comemoração nacional do dia, sendo que em Santos ela foi liderada pela Escola de Samba X-9. Sendo que lá, em dezembro de 1983 por iniciativa do vereador Adelino Rodrigues e sanção do prefeito Paulo Gomes Barbosa, foi instituído o Dia do Samba.
 
O tucano Marcus Pestana explica que todas estas iniciativas tiveram âmbito local e considera necessário que a data seja cultuado por lei nacional, assim como ocorre com o Choro, cuja data nacional é comemorada em 23 de abril. O Dia Nacional do Choro foi instituído em setembro de de 2.000 por iniciativa do então senador, pelo Rio de Janeiro, Artur da Távola. Portanto, afirma Pestana "é oportuno o surgimento de um ato legal que venha a a oficializar, em nível nacional, uma data que o mundo do samba já comemora, em todo o país, desde 1963". Ziriguidum!!!!
 
Fonte: Blog Panorama Político/O Globo

+ Veja mais