//

Notícias > Lista de Notícias



A pedido de Pestana, Seguridade Social debate eficácia de remédio chinês contra leucemia

08/05/2017

 

Deputado Marcus Pestana quer debater eficácia do remédio utilizado para tratar leucemia (Foto: Alexssandro Loyola/PSDB na Câmara)


A Comissão de Seguridade Social e Família promove nesta quinta-feira (11/05) uma audiência pública para debater a eficácia do remédio contra a leucemia produzido na China, o asparaginase, além do controle e da fiscalização do produto adquirido pelo Ministério da Saúde. A iniciativa é do deputado Marcus Pestana. 
 
O valor total do contrato para a compra do medicamento é de R$ 4,9 milhões, segundo o tucano. Foram 30 mil frascos, o suficiente para seis meses de tratamento dos pacientes brasileiros. 
 
O parlamentar lembra reportagem exibida pelo “Fantástico” exibida no final de março sobre a compra, sem licitação, do medicamento. Segundo o ministério, isso ocorreu por questão de emergência. No Brasil, 4 mil crianças sofrem da doença e necessitam do remédio.
 
Sem fabricação nacional, os remédios, desde a década de 1970, são produzidos por laboratórios dos Estados Unidos e da Alemanha, com eficácia de até 90%. O governo os importa e distribui aos hospitais por meio do Programa de Prevenção e Controle do Câncer do Ministério da Saúde. A escolha do medicamento chinês despertou a preocupação de especialistas, que têm dúvidas sobre a eficácia e a toxicidade do remédio.
 
Foram convidados Renato Lima, diretor do Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde; Jarbas Barbosa, diretor-Presidente da Anvisa; Sílvia Brandalise, médica oncologista da Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica; Vicente Odone, diretor clínico do Instituto de Tratamento do Câncer; e Antônio Britto, Presidente-Executivo da Interfarma; além de Reginaldo Arcuri, presidente-Executivo do Grupo FarmaBrasil. A audiência será no plenário 5, a partir das 9h30.
 
Na quarta-feira, a Comissão de Defesa do Consumidor receberá o ministro da Saúde, Ricardo Barros, para debater o tema.
 
Fonte: PSDB na Câmara

+ Veja mais